André Ceciliano reúne mais de 12 mil na Baixada | Diário do Porto


Política

André Ceciliano reúne mais de 12 mil na Baixada

Ato político lotou casa de shows em São João de Meriti em torno da pré-candidatura de André Ceciliano, presidente da Alerj, ao Senado

1 de maio de 2022

Ato em torno de André Ceciliano, em São João de Meriti (Octacílio Barbosa/Divulgação)

Compartilhe essa notícia:


A festa da democracia está começando no país, com movimentos de pré-candidatos às eleições de outubro. O maior evento até agora no Rio de Janeiro foi neste sábado 30 de abril em São João de Meriti. O Grande Encontro Defesa do Rio, promovido pelo PT, juntou dezenas de prefeitos e parlamentares no Via Music Hall (antiga Via Show) em torno do presidente da Assembleia Legislativa, Andre Ceciliano, pré-candidato do PT ao Senado. As catracas da casa registraram 12 mil pessoas.

A conhecida habilidade de Ceciliano para dialogar com diferentes correntes se refletiu na presença de polítícos de 12 partidos, além de representantes de sindicatos, da CUT e do MST ao lado de entidades patronais, como a Associação dos Supermercados e a Rio Indústria. “Aqui tem vascaíno, como o (vereador) Lindbergh Farias, até flamenguista, como o deputado Dr. Luizinho, mas uma coisa nos une, acima de tudo, que é o Estado do Rio de Janeiro”, foi como André iniciou o seu discurso, logo após a exibição de um vídeo enviado de saudação enviado pelo ex-presidente Lula.

“O que a gente precisa nesse momento é unificar o estado do Rio de Janeiro. É buscar para o estado do Rio de Janeiro, como falou o presidente Lula, o desenvolvimento econômico e o emprego”, discursou o deputado. Do presidente da União Brasil, prefeito Waguinho (Belford Roxo), até as deputadas Jandira Feghali (PCdoB), Benedita da Silva (PT) e a ex-deputada Cidinha Campos, foram muitos os políticos de peso e as comitivas de várias partes do estado.

Diversidade ideológica

Vários prefeitos reforçaram a mensagem de diálogo pregada pelo pré-candidato, como o de BomJesus de Itabapoana, Paulo Sergio Cyrillo (PL), o de Petrópolis, Rubens Bomtempo (PSB), e o de Nova Iguaçu, Rogério Lisboa (PP). Parlamentares de direita, esquerda e centro também estiveram no evento, como o federal Dr. Luizinho, presidente do PP-RJ, e o estadual Luiz Paulo (Cidadania), que discursou em nome de todos os colegas da Alerj. “Além da capacidade de diálogo, o André conhece profundamente os problemas do estado e tem como pauta principal a recuperação econômica do Estado do Rio de Janeiro”, afirmou.


LEIA TAMBÉM:

Petrobras quer reduzir 25% de carbono até 2025

Comércio do RJ reelege Antonio Queiroz como líder

Cedae em 2º lugar no Premios Verdes, maior das Américas


Também estiveram o presidente do PROS, deputado Max Lemos, e os prefeitos Bernard Tavares (Republicanos), de Carapebus; Marina Rocha (PMB), de Guapimirim; Vantoil (Cidadania), de Iguaba Grande; Fernanda Ontiveros (PDT), de Japeri; Fabiano Horta (PT), de Maricá; André Português (PSC), de Miguel Pereira; vice-prefeito Bagueira (SDD), de Niteroi; Juninho Bernardes (PSC), de Paty de Alferes; Glauco Kayzer (SDD), de Queimados; Fábio do Pastel (PODE), de São Pedro da Aldeia; Manoela Peres (DEM), de Saquarema; Joa (PL), de Três Rios; Fernandinho Graça (PP), de Valença; Severino (DEM), de Vassouras; e Neto (DEM), de Volta Redonda.

A gama ideológica também foi diversificada entre os parlamentares, como os deputados federais Benedita da Silva (PT), Chico D’Angelo (PDT), Chiquinho Brazão (Avante), Dr. Luizinho (PP), Jandira Feghali (PcdoB) e Julio Lopes. (PP). Dos deputados estaduais, estiveram presentes Adriana Balthazar (PSD), Andre Correa (PP), Bebeto (PSD), Brazão (União), Bruno Dauaire (União), Chico Machado (SDD), Dr Serginho (PL), Enfermeira Rejane (PCdoB), Eurico Júnior (PV), Giovani Ratinho (SDD), Gustavo Schmidt (Avante), Gustavo Tutuca (PP), Jair Bittencourt (PL), Lucinha (PSD), Luiz Martins (União), Luiz Paulo (PSD), Marcelo Dino (União), Márcio Canella (União), Márcio Pacheco (PSC), Marcos Muller (União), Martha Rocha (PDT), Max Lemos (PROS), Noel de Carvalho (SDD), Pedro Ricardo (PROS), Renan Ferreirinha (PSD), Samuel Malafaia (PL), Thiago Pampolha (União), Val Ceasa (Patriota), Valdecy da Saúde (PL), Wellington José (Podemos) e Zeidan (PT).