Alô Alerj tem aumento de 232% nos atendimentos | Diário do Porto


Cidadania

Alô Alerj tem aumento de 232% nos atendimentos

O assunto que mais teve consultas no Alô Alerj foi o programa Supera RJ, com 3.797 pedidos de informações. Direito do consumidor veio na sequencia

11 de janeiro de 2022

Alô Alerj teve 232% de aumento nas consultas em 2021 (Foto: DIÁRIO DO PORTO)

Compartilhe essa notícia:


Canal direto de comunicação entre o cidadão e a Assembleia Legislativa do Rio de Janeiro, o Alô Alerj realizou 13.985 mil atendimentos em 2021, um aumento de 232% no comparativo com o ano anterior em que houve  4.200 registros. O assunto mais consultado pela população no serviço foi o programa Supera RJ, com 3.797 solicitações de informações sobre o auxílio emergencial concedido pelo Governo do Estado para atenuar os impactos econômicos da pandemia. Foi implantado, ainda, o sistema SAC ZAP, que diminuiu ainda mais o tempo de resposta ao cidadão com atendimento pelo mais popular apps de mensagens.

Entre as principais dúvidas sobre o programa Supera RJ estão, por exemplo, questionamentos sobre as regras para conseguir empréstimo para empresas, a liberação do cartão para movimentação bancária dos recursos, e a obtenção do vale-gás, um benefício adicional de R$ 80 que foi aprovado pela Casa e entrou em vigor em outubro de 2021.

Cerca de 80% dos acessos ao Alô Alerj foram feitos pelo WhatsApp e o restante pelo site www.aloalerj.rj.gov.br ou pelo telefone 0800-022-0008. Com 1.325 registros, outro tema muito procurado no Alô Alerj ao longo do ano passado envolve questões sobre direito do consumidor e economia popular. Vale lembrar que o Ônibus do Consumidor da Alerj voltou a circular em junho com atendimento itinerante à população.

Na área de Saúde, assuntos associados à pandemia do novo coronavírus também tiveram grande procura no Alô Alerj. A maioria dos 473 registros foi para tirar dúvidas sobre o calendário de vacinação e como conseguir a segunda via do comprovante de vacina, especialmente após a exigência do passaporte sanitário para acesso a determinados locais no estado.

Direitos garantidos aos servidores públicos estaduais também tiveram grande procura no Alô Alerj – a maioria dos cidadãos queria saber quais leis o Parlamento Fluminense aprovou em 2021, especialmente sobre as emendas apresentadas no âmbito do novo Regime de Recuperação Fiscal que o Estado aderiu. Defesa e proteção dos animais foi um tema também recorrente no Alô Alerj. Foram 418 registros de fluminenses querendo saber onde denunciar maus tratos e como resgatar animais perdidos nas ruas.

Informações sobre novas leis aprovadas pela Alerj também foram recorrentes durante o ano. Muitos acessaram o serviço com dúvidas referentes à aprovação de algum projeto de Lei em tramitação na Casa ou sobre a vigência de leis específicas. Houve também questionamentos sobre como apresentar uma sugestão de projeto de lei, o que já pode ser feito por meio do aplicativo LegislAqui, serviço disponibilizado em setembro de 2021.


LEIA TAMBÉM:

TCU atende Alerj em denúncia contra obras no S. Dumont

China oferece bolsas em ciências para brasileiros

Alerj impede obras no Santos Dumont

 

 

 

 


/