Cultura e Lazer

Agentes culturais debatem economia criativa no Rio

Debate “Como a cultura pode contribuir para reerguer a economia do Rio” marca o lançamento da nova turma do MBA de Gestão Cultural, da UCAM

17 de setembro de 2018
O imponente CCBB recebe debate gratuito sobre economia criativa (Aziz Filho)

Compartilhe essa notícia em sua rede social:
O imponente CCBB recebe debate gratuito sobre economia criativa (Aziz Filho)

Se o Brasil passa por momentos difíceis, essa realidade é mais aguda no Rio de Janeiro, onde a crise econômica se une ao vazio político e institucional e à crescente violência urbana. Para mudar esse cenário, o Rio pode contar com a força da economia criativa. O estado é o segundo em número de profissionais criativos (99 mil) e apresenta os maiores salários em seis dos 13 segmentos da indústria criativa no Brasil.

É neste cenário que acontece na quarta-feira (19) o debate “Como a cultura pode contribuir para reerguer a economia do Rio”, no auditório do Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB-Rio), das 18h às 20h30. O evento contará com Ilda Santiago, diretora do Festival de Cinema do RioRita Fernandes, siretora da Sebastiana – Associação dos Blocos de Rua do Carnaval do Rio, e Gabriel Pinto, gerente da Casa Firjan, responsável pelo trabalho pioneiro de mapear a indústria criativa no país, desde 2008.

O evento, gratuito, marca o lançamento da nova turma do MBA de Gestão Cultural, da Universidade Candido Mendes (UCAM). A pós-graduação latu sensu foi pioneira no Brasil e há 15 anos qualifica profissionais para atuar no campo gerencial de instituições públicas e privadas ligadas aos mais diversos segmentos culturais, com foco na interação sustentável entre cultura, mercado e desenvolvimento econômico.

A nova turma inicia com uma inovação: será realizada em modelo de residência, com as primeiras disciplinas ministradas no CCBB, aliando o conteúdo programático de qualidade à vivência e dinâmica de espaços culturais de referência da cidade.

A proposta do Programa Intersaberes – que engloba também os MBAs em Gestão de Museus, Produção Cultural e Entretenimento e Gestão Ambiental e Sustentabilidade – é oferecer ao aluno uma imersão integral no seu conteúdo prático, promovendo uma troca de expertises entre o conhecimento acadêmico e o dia a dia de Instituições de referência no setor.

O público-alvo do curso é formado por gestores e profissionais de empresas públicas, privadas e do terceiro setor com atuação na área da cultura; produtores e empreendedores culturais; tomadores de decisão em empresas que atuam e patrocinam ações culturais e agentes dos poderes executivo, legislativo e judiciário que queiram especializar-se em questões afetas à cultura.

As aulas da 13ª turma do MBA em Gestão Cultural acontecerão em sábados alternados, das 9h às 18h, nos ambientes das instituições parceiras do Projeto Intersaberes. O início do curso está previsto para o dia 29 de setembro no Cinema II do CCBB. Mais informações e inscrições aqui.

Compartilhe essa notícia em sua rede social: