Açu concorre a Prêmio Mundial de Sustentabilidade | Diário do Porto

Sustentabilidade

Açu concorre a Prêmio Mundial de Sustentabilidade

Projetos do Porto do Açu contra a pandemia e para a proteção das tartarugas disputam prêmios da Associação Internacional de Portos, que reúne 90 países

9 de junho de 2021


Porto do Açu tem 2 projetos concorrendo ao prêmio da Associação Internacional de Portos (foro: Porto do Açu / Divulgação)


Compartilhe essa notícia:


Projetos para a proteção das tartarugas marinhas e para o combate à pandemia da Covid-19, desenvolvidos pelo Porto do Açu, no Norte do Rio, estão concorrendo em duas categorias do Prêmio Mundial de Sustentabilidade 2021 da Associação Internacional de Portos (IAPH).

O Porto do Açu é o único porto brasileiro selecionado para o prêmio, que é concedido pela principal entidade mundial do setor, que representa 170 portos de 90 países. A escolha dos finalistas foi feita por um júri independente de especialistas internacionais a partir de critérios como a contribuição dos projetos para os Objetivos do Desenvolvimento Sustentável da ONU.

Concorrem ao prêmio 64 projetos inscritos por 37 portos de 21 países diferentes. No ano passado, o Porto do Açu foi o vencedor na categoria Segurança e Proteção com o projeto de Preparação para Emergências, que destaca ações preventivas e em resposta a possíveis incidentes com óleo no mar.

Os vencedores deste ano serão anunciados em 24 de junho, durante uma cerimônia virtual da Conferência Mundial de Portos.

Açu fez doações de R$ 4,5 milhões

No projeto Juntos na Luta contra a Covid-19, o Porto do Açu além de executar um programa de segurança em saúde dos trabalhadores que garantiu a continuidade de suas operações, também realizou atividades para reduzir os efeitos da pandemia nas comunidades vizinhas. Em 2020, o Porto investiu cerca de R$ 4,5 milhões para doações de equipamentos de proteção individual (EPIs) e hospitalares, distribuição de alimentos e incentivo à pesquisa e rastreamento do vírus.

No programa de proteção às tartarugas marinhas, o Porto do Açu já realizou mais de 65 atividades de soltura de filhotes e educação comunitária, atingindo mais de 7.500 pessoas. Em parceria com o INEA (Instituto Estadual de Ambiente do Rio de Janeiro) e Centro Tamar/ICMBio, mais de 14 mil ninhos de tartarugas já foram identificados e protegidos na região. Neste ano, o programa atingiu o marco de 1 milhão de filhotes de tartarugas da espécie cabeçuda liberados ao mar, o que contribui para a conservação dessa espécie ameaçada de extinção.


LEIA TAMBÉM:

Fábrica de Árvores levará mais verde a bairros como São Cristóvão

Praça da Harmonia terá prédio residencial, com lofts

Teresópolis, um nobre convite para os trilheiros

 



Warning: Unknown: write failed: No space left on device (28) in Unknown on line 0

Warning: Unknown: Failed to write session data (files). Please verify that the current setting of session.save_path is correct (/tmp) in Unknown on line 0