Abaixo-assinado quer impedir que Museu no Jardim Botânico vire hotel | Diário do Porto


Sustentabilidade

Abaixo-assinado quer impedir que Museu no Jardim Botânico vire hotel

Ministro quer transformar Museu do Meio Ambiente, no Jardim Botânico, em hotel de luxo. Abaixo-assinado já conta com 19 mil assinaturas

7 de dezembro de 2020

Museu do Meio Ambiente, no Jardim Botânico, funciona em prédio do século 19 (foto: divulgação)

Compartilhe essa notícia:


Um abaixo-assinado quer impedir que o Museu do Meio Ambiente, no Jardim Botânico, seja concedido à iniciativa privada para ser transformado em um hotel de luxo. As assinaturas começaram a ser recolhidas na noite de ontem (6) e já contam com quase 19 mil nomes na lista. Para saber mais, basta acessar o site.

De acordo com informações do colunista Lauro Jardim, de O Globo, o Ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, visitou o Jardim Botânico na última semana e manifestou a intenção de conceder o prédio do museu, um conjunto construído no fim do século 19, para transformá-lo em um “hotel-boutique”.

O Museu do Jardim Botânico é o primeiro da América Latina dedicado à temática socioambiental e, também, uma referência nacional e internacional na produção científica. Antes das medidas de isolamento social, o local costumava receber um público de 600 mil visitantes por ano.

O Rio de Janeiro teve em anos recentes a construção de vários novos hotéis, principalmente no período anterior às Olimpíadas de 2016. Com a crise econômica e a pandemia do novo coronavírus, boa parte desses estabelecimentos está com baixa utilização e alguns até foram fechados. Ou seja, o turismo da cidade precisa de muitas coisas para se desenvolver, mas hotéis há em grande quantidade.

Jardim Botânico foi criado em 1808

O Jardim Botânico do Rio de Janeiro foi fundado em 13 de junho de 1808. Ele surgiu de uma decisão do então príncipe regente português D. João de instalar no local uma fábrica de pólvora e um jardim para aclimatação de espécies vegetais originárias de outras partes do mundo. Hoje o Instituto de Pesquisas Jardim Botânico do Rio de Janeiro – nome que recebeu em 1995, é um órgão federal vinculado ao Ministério do Meio Ambiente e constitui-se como um dos mais importantes centros de pesquisa mundiais nas áreas de botânica e conservação da biodiversidade.

Na história recente do Jardim Botânico, mais precisamente a partir de meados da década de 1980, questões ambientais começaram a tomar corpo, refletindo as mudanças no cenário mundial. Os projetos de pesquisa foram orientados para apoiar ações de conservação, sobretudo para preencher lacunas no conhecimento da flora de áreas ambientais protegidas, como os parques nacionais e reservas biológicas.


LEIA TAMBÉM:

Centro será prioridade de Washington Fajardo, na gestão de Paes

Flip 2020 começa em edição totalmente virtual

Legalização dos cassinos volta ao debate no Congresso

 


/