Filme de terror ‘A freira’ estreia no Cine Odeon

Quando uma jovem freira de uma abadia reclusa da Romênia tira a própria vida, um padre com um passado assombrado e uma noviça prestes a fazer seus votos finais são enviados pelo Vaticano para investigar.

QUARTA, 12 de setembro

‘A freira’ (Cine Odeon)

SINOPSE: Quando uma jovem freira de uma abadia reclusa da Romênia tira a própria vida, um padre com um passado assombrado e uma noviça prestes a fazer seus votos finais são enviados pelo Vaticano para investigar. Juntos descobrem o segredo profano da ordem. Arriscando não só suas vidas, mas sua fé e suas próprias almas, eles confrontam uma força malévola na forma de uma freira demoníaca, conforme a abadia se torna um terrível campo de batalha entre os vivos e os amaldiçoados.

17h30 e 19h30. Compre seu ingresso aqui.

EXPOSIÇÕES

Centro Municipal de Arte Hélio Oiticica

  • Junho de 2013: 5 anos depois‘: exposição coletiva retrospectiva da produção artística e crítica após as manifestações de junho de 2013.
Até 22.9.18. Entrada franca.
  • A segunda abertura da exposição permanente ‘18’ Linhas Provisórias’ encerra um ciclo iniciado em março deste ano quando o espaço estava completamente vazio e que colocou em disputa os modos de fazer memória institucional, onde todo o processo de montagem e elaboração da exposição e dos trabalhos dos artistas que foram convidados para dialogar com a trajetória do espaço, que esteve aberto à participação do público.
De 1.9.18 a 2.2.19. Entrada franca.
  • Com curadoria de Alexandre Murucci, celebra a ‘Copy-Art’, um movimento artístico mundial, criado por pioneiros nos anos 60 e que tornou-se global nos anos 80, continuando na era digital.
De 1.9.18 a 20.10.18. Entrada franca
  • ‘Hip Hop: culturas de rua, memórias, políticas’: O Hip Hop é conhecido mundialmente por ter sido criado nos anos 1970 em Nova York, em locais que reuniam comunidades originárias da América Latina, África e Jamaica.
De 1.9.18 a 20.10.18. Entrada franca.
  • A mostra ‘Africanizze’, que mistura performances, reúne dez artistas que possuem um trabalho em Performance Arte que deformam seus limites através de pesquisas que desviam dos sistemas gerais da Arte por elementos como: Vivência, Negritude, Lugar de Fala, Mulherismos e Feminismos, das Revoluções Sexuais e de Gênero.
De 1.9.18 a 20.10.18. Entrada franca. Recomendada para maiores de 18 anos.
  • Com obras de João Paulo Racy e curadoria de Leno Veras, a mostra ‘Imprópio‘ tem como base material inédito resultante da vasta pesquisa realizada pelo artista nos territórios cariocas afetados pelas políticas de desapropriação no período que antecedeu a realização do jogos olímpicos, em 2016.
De 1.9.18 a 20.10.18. Entrada franca.

Museu Nacional de Belas Artes

  • Das galés às galerias: representações e protagonismos do negro no acervo do Museu Nacional de Belas Artes.
De 30.5.18 a 30.9.18. Das 10h às 18h. Ingressos à venda por R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia) nas bilheterias do museu.
  • O colecionismo no Brasil – Eugène Boudin e os barões de São Joaquim.
De 25.7.18 a 2.12.18. Das 10h às 18h. Ingressos à venda por R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia) nas bilheterias do museu.
  • Wilson Piran: nem tudo que brilha é ouro
De 30.5.18 a 9.9.18. Das 10h às 18h. Ingressos à venda por R$ 8 (inteira) e R$ 4 (meia) nas bilheterias do museu.

Caixa Cultural

  • A exposição ‘Loucuras anunciadas‘ reúne 20 gravuras do que é considerado o período mais obscuro e complexo da produção de Francisco Goya.
De 10.7.18 a 7.10.18. Das 10h às 21h. Entrada franca
  • Considerado um dos maiores nomes de sua geração em âmbito mundial, o fotógrafo russo Serguei Maksimishin apresenta um ousado retrato da atualidade de seu país na exposição ‘O último império‘.
De 7.8.18 a 14.10.18. Das 10h às 21h. Entrada franca.
  • A exposição ‘Pelos ares: 15.042 km de Brasil‘ apresenta 60 fotografias aéreas e vídeos do piloto, além de objetos e um simulador de realidade virtual em que o visitante chega próximo da sensação de voar.
De 7.8.18 a 30.9.18. Das 10h às 21h. Entrada franca.
  • A exposição ‘O sertão de João Machado‘ apresenta um recorte do trabalho desenvolvido pelo fotógrafo baiano nos últimos 15 anos. São 40 imagens que materializam as lembranças e vivências de João Machado quando criança, bem como as histórias contadas pelo pai romeiro.
De 9.9.18 a 2.12.18. Das 10h às 21h. Entrada franca

 

Centro Cultural Banco do Brasil (CCBB)

  • Construções sensíveis‘ traz ao Brasil um recorte da abstração em nosso continente. Junto ao importante legado do concretismo e neoconcretismo brasileiros, são apresentadas as poéticas abstratas que prosperaram em outros países a partir dos anos 1930.
    De 27.6.18 a 17.9.18. Das 09h às 21h. Entrada franca.
  • Galeria de valores‘: exposição de longa duração que mostra a trajetória da moeda no Brasil e no mundo, com cerca de 2 mil peças do acervo numismático do Banco do Brasil.
    de 1.12.14 a 31.12.18. Das 9h às 21h. Entrada franca.

Centro Cultural Justiça Federal

  • ‘A mostra coletiva ‘Somos todos iguais‘, composta por mais de 30 artistas visuais, propõe uma análise sobre a igualdade e justiça social. A exposição apresenta pinturas, desenhos, fotografias, esculturas, instalações e arte urbana.
    De 23.8.18 a 21.10.18. De 12h às 19h. Entrada franca. 
  • A exposição ‘A emergência dos corpos‘ traz o corpo feminino como fio condutor, propondo um mergulho nas diversas formas de manifestação do corpo simbólico na arte.
    De 11.8.18 a 16.9.18. Das 12h às 19h. Entrada franca.

Palácio Itamaraty – Museu Histórico e Diplomático

  • No interior do Palácio Itamaraty, na Rua Marechal Floriano 196, o Museu Histórico e Diplomático (MHD) reúne um belo acervo sobre a história diplomática do Brasil. Em seus amplos salões, caracterizados como uma residência no século XIX, há obras de arte, mobiliário de época e objetos decorativos.
    Visitas guiadas as 13h, 14h e 15h. Entrada franca.

TEATRO

Centro Cultural da Justiça Federal

  • Meus 200 filhos‘: A narrativa focaliza a vida e a obra de Janusz Korczak, médico e pedagogo judeu polonês, que fundou o Orfanato Modelo, onde trabalhou durante 30 anos.
De 18.8.18 a 23.9.18. 19h. Ingressos à venda na bilheteria – (21) 3261-2565.

Centro Cultural Banco do Brasil

  • Naquele dia vi você sumir‘: É véspera de dia das mães no ano de 2002. Quatro pessoas têm as suas trajetórias alteradas a partir de suas relações com o outro e a cidade. Inspirado no livro ‘Eles eram muitos cavalos’, de Luiz Ruffato.
    De 15.8.18 a 14.10.18. Das 19h30 às 20h50. Ingressos à venda online.

MÚSICA

Caixa Cultural

O projeto Hip Hop Conhecimento chega ao seu terceiro ano reunindo artistas e profissionais da cultura Hip Hop em uma série de encontros sobre temas relacionados à profissionalização do movimento em todas as suas vertentes.

De 11.9.18 a 15.9.18. 19h. Entrada franca. As inscrições devem ser realizadas por e-mail.

Todas as Notícias